A Síndrome de Burnout no Contexto da ESF: Uma Análise das suas Dimensões

Lívia de Sousa Rodrigues, Silvia Morais de Santana, Gislene Farias de Oliveira

Resumo


: Introdução: Profissionais da Estratégia Saúde da Família, normalmente são submetidos a uma alta demanda técnico-científica, humana e emocional. Tal contexto tende a conduzir a fatores predisponentes ao adoecimento, com impacto sobre a qualidade da assistência prestada. Objetivo: Avaliar as dimensões da Síndrome de Burnout em profissionais da Estratégia Saúde da Família. Método: Estudo descritivo, transversal de abordagem quantitativa. Realizado em Várzea Alegre – CE, com 162 profissionais, participantes da ESF. O instrumento utilizado para coleta de dados foi o Inventário de Burnout de Maslach. Os dados foram analisados via pacote estatístico SPSS/Win, versão 18.0, com estatística descritiva. Resultados: A amostra contou com uma maioria de mulheres, casadas, católicas e com média de idade de 42 anos, predominantemente agentes comunitários de saúde. Foram detectados níveis baixos de Exaustão Emocional, em alguns casos com sinais de despersonalização. Considerações Finais: O trabalho na ESF submete os trabalhadores a um panorama de complexas e intensas relações interpessoais, o que pode produzir uma maior carga emocional. Urge a necessidade de medidas para a promoção de maior integração entre os atores envolvidos no processo de cuidado, com redução da pressão das relações interpessoais e da carga de trabalho sobre as emoções dos trabalhadores

 

 


Palavras-chave


Saúde da Família; Pessoal de Saúde; Síndrome de Burnout; Esgotamento profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Francisco José Batista de; MELO, Cynthia de Freitas; ARAUJO NETO, João Lins de. Avaliação da síndrome de burnout em profissionais da Estratégia Saúde da Família da capital paraibana. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre , v. 25, n. 3, p. 542-549, 2012 .

BARROSO, Sabrina Martins. GUERRA, Adriane de Rocha Pereira. Burnout e qualidade de vida de agentes comunitários de saúde de Caetanópolis (MG). Caderno de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 3, p. 338-345, 2013.

BENEVIDES-PEREIRA, Ana Maria T. [org.]. Burnout: quando o trabalho ameaça o bem-estar do trabalhador. 1.ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 24 out. 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012. Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 2012.

BRASIL. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil. Caracterização do Território de Várzea Alegre – CE. 2010. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/varzea-alegre_ce. Acesso em: 14 de maio de 2015.

CAMPOS, F.C.C.; FARIA H. P.; SANTOS, M.A. .Planejamento e avaliação das ações em saúde. Curso de Especialização em Atenção Básica à Saúde da Família. 2ed. Belo Horizonte: NESCON/UFMG, 2010. Disponível em:. Acesso em 12/02/2015.

CARNEIRO, Rúbia Mariano. Síndrome de Burnout: Um Desafio para o Trabalho do Docente Universitário. 2010. 86 f. (Dissertação de mestrado). Centro Universitário de Anápolis – UniEvangélica, Anápolis.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE (Brasil). Resolução no. 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, 2012 [citado 2014 Mar 11]. Disponível em: http://www.conselho.saude.gov.br/web_comissoes/conep/index.html. Acesso em 04 jan. 2015

FELICIANO, Katia Virginia de Oliveira; KOVACS, Maria Helena; SARINHO, Sílvia Wanick. Burnout entre médicos da Saúde da Família: os desafios da transformação do trabalho. Ciência e saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 16, n. 8, p. 3373-3382, Aug. 2011.

FELICIANO, Katia Virginia de Oliveira; KOVACS, Maria Helena; SARINHO, Silvia Wanick. Superposição de atribuições e autonomia técnica entre enfermeiras da Estratégia Saúde da Família. Revista de Saúde Pública, São Paulo , v. 44, n. 3, p. 520-527, June 2010 .

FRANCA, Flávia Maria de; FERRARI, Rogério. Síndrome de Burnout e os aspectos sócio-demográficos em profissionais de enfermagem. Acta paulista de enfermagem, São Paulo , v. 25, n. 5, p. 743-748, 2012 .

GOULART, Carolina Brito et al. Fatores predisponentes da síndrome de Burnout em trabalhadores de um hospital público de média complexidade. Revista Espaço para a Saúde. Londrina, v. 11, n. 2, p. 48-55, jun. 2010.

GUIDO, Laura de Azevedo et al . Síndrome de Burnout em residentes multiprofissionais de uma universidade pública. Revista da escola de enfermagem da USP, São Paulo, v. 46, n. 6, p. 1477-1483, Dec. 2012 .

HOLMES, Ericka Silva et al. Burnout syndrome in nurses acting in primary care: an impact on quality of life. J. res.: fundam. care. v.6, n.4, 2014, p.1384-1395.

LIMA, Letícia de et al . Satisfação e insatisfação no trabalho de profissionais de saúde da atenção básica. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 18, n. 1, p. 17-24, Mar. 2014 .

LORENZ, Vera Regina; GUIRARDELLO, Edinêis de Brito. O ambiente da prática profissional e Burnout em enfermeiros na atenção básica. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 22, n. 6, 2014, p. 926-933.

MAIA, Leandro Dias de Godoy; SILVA, Nicácio Dieger; MENDES, Patrícia Helena Costa. Síndrome de Burnout em agentes comunitários de saúde: aspectos de sua formação e prática. Revista brasileira de saúde ocupacional, São Paulo , v. 36, n. 123, p. 93-102, June 2011.

MARTINS, Leonardo Fernandes et al . Esgotamento entre profissionais da Atenção Primária à Saúde. Ciência e saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 19, n. 12, p. 4739-4750, Dec. 2014 .

MASLACH, C., S.E., JACKSON & LEITER, M. P. The Maslach Burnout Inventory – Test manual. 3. ed. Palo Alto, CA. Consulting Psycologist Press, 1996.

OLIVEIRA, Vanessa. PEREIRA, Telmo. Ansiedade, depressão e burnout em enfermeiros: Impacto do trabalho por turnos. Rev. Enf. Ref., Coimbra , v. serIII, n. 7, p. 43-54, jul. 2012 .

RÉUS, Keterlee Mafalda da Silva. et al. A síndrome de burnout dos enfermeiros na ESF. Revista Inova Saúde, Criciúma, v.3, n.2, p.109-129, nov. 2014.

TRINDADE, Letícia de Lima; LAUTERT, Liana. Síndrome de Burnout entre os trabalhadores da Estratégia de Saúde da Família. Revista da escola de enfermagem da USP, São Paulo , v. 44, n. 2, p. 274-279, June 2010 .

VIDAL, Selma Vaz et al . Problemas bioéticos na Estratégia Saúde da Família: reflexões necessárias. Revista Bioética, Brasília , v. 22, n. 2, p. 347-357, Aug. 2014.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i39.1038

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: