Conhecimento das Gestantes acerca do Parto na Admissão Intrapartal

Symara Abrantes Albuquerque de Oliveira Cabral, Larissa Araújo do Carmo, Sylvio Elvis da Silva Barbosa, Núbia Anuncia Silva de Fontes, Igor de Sousa Gabriel, Marianna Leite Barroso

Resumo


O nascimento de uma criança é, sem dúvida, o evento mais importante na vida dos seres humanos, seja para quem estará gestando e parindo, seja para criança e mesmo para aqueles que os cercam. Neste sentido, a assistência é importante, especialmente quando ao desfecho do evento, ao parto. Deste modo o presente trabalho buscou, através de um estudo de campo avaliar a importância do conhecimento de gestantes acerca do parto no favorecimento para o desfecho gestacional típico. Deste modo, observou-se que no serviço há uma predominância de partos cesáreos, que as informações prestadas no pré-natal são insuficientes, e ainda que mesmo motivadas para o parto vaginal, os desfechos são, em sua maioria cesáreas sem indicações legítimas para tal. Diante dos resultados conclui-se que há a necessidade de revisitar práticas e muda-las de modo a buscar o devido respeito a mulher e o provimento das melhores estratégias de cuidado as pessoas envolvidas no evento do parto.

 

 


Palavras-chave


Cuidado Pré-Natal; Parto; Gestantes

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BRASIL. PORTARIA Nº306, DE 28 DE MARÇO DE 2016. Aprova as Diretrizes de Atenção à Gestante: a operação cesariana.

CALIFE, Karina; LAGO, Tania; LAVRAS, Carmen. Atenção à gestante e à puérpera no SUS – SP: manual técnico do pré natal e puerpério. Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Planejamento em Saúde. Assessoria Técnica em Saúde da Mulher – São Paulo: SES/SP, 2010.

CARDOSO, Priscila Oliveira; ALBERTI, Luiz Ronaldo and PETROIANU, Andy.Morbidade neonatal e maternas relacionada ao tipo de parto. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, n.2, pp.427-435. ISSN 1678-4561. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000200019.

COSTA, ALEKSANDRA PEREIRA et al. CONTRIBUIÇÕES DO PRÉ-NATAL PARA O PARTO VAGINAL: PERCEPÇÃO DE PUÉRPERAS. Rev Rene, Fortaleza, 2011 jul/set; 12(3):548-54. 5

CUNHA, Margarida de Aquino et al. Assistência pré-natal: competências essenciais desempenhadas por enfermeiros. Esc. Anna Nery [online]. 2009, vol.13, n.1, pp.145-153. ISSN 1414-8145. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452009000100020.

DOMINGUES, Rosa Maria Soares Madeira et al.Adequação da assistência pré-natal segundo as características maternas no Brasil. Rev Panam Salud Publica [online]. 2015, vol.37, n.3, pp.140-147. ISSN 1680-5348.

LEGUIZAMON JUNIOR, Teodoro; STEFFANI, Jovani Antônio and BONAMIGO, Elcio Luiz.Escolha da via de parto: expectativa de gestantes e obstetras. Rev. Bioét. [online]. 2013, vol.21, n.3, pp.509-517. ISSN 1983-8042. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-80422013000300015.

MANDARINO, Natália Ribeiro et al.Aspectos relacionados à escolha do tipo de parto: um estudo comparativo entre uma maternidade pública e outra privada, em São Luís, Maranhão, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.7, pp.1587-1596. ISSN 1678-4464. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000700017.

PATAH, Luciano Eduardo Maluf; MALIK, Ana Maria. Modelos de assistência ao parto e taxa de cesárea em diferentes países. Rev. Saúde Pública [online]. 2011, vol.45, n.1, pp.185-194. ISSN 1518-8787. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102011000100021.

PIRES, Denise et al.A influência da assistência profissional em saúde na escolha do tipo de parto: um olhar sócio antropológico na saúde suplementar brasileira. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2010, vol.10, n.2, pp.191-197. ISSN 1806-9304. http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292010000200006.

POLGLIANE, Rúbia Bastos Soares et al.Adequação do processo de assistência pré-natal segundo critérios do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento e da Organização Mundial de Saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2014, vol.19, n.7, pp.1999-2010. ISSN 1413-8123. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232014197.08622013.

REIS, Zilma Silveira Nogueira et al. Associação entre risco gestacional e tipo de parto com as repercussões maternas e neonatais. Rev Bras Ginecol Obstet. 2014; 36(2):65-71

SANTANA , Fernando Alves; LAHM , Janaína Verônica; SANTOS, Reginaldo Passoni dos. FATORES QUE INFLUENCIAM A GESTANTE NA ESCOLHA DO TIPO DE PARTO. Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, v. 17, n. 3, p. 123 - 127, 2015

SOUZA VB, ROECKER S, MARCON SS. Ações educativas durante a assistência pré-natal: percepção de gestantes atendidas na rede básica de Maringá-PR. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2011 abr/jun;13(2):199-210. Available from: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v13i2.10162.

VELHO, Manuela Beatriz; SANTOS, Evanguelia Kotzias Atherino dos and COLLACO, Vânia Sorgatto. Parto normal e cesárea: representações sociais de mulheres que os vivenciaram. Rev. bras. enferm. [online]. 2014, vol.67, n.2 [cited 2016-10-27], pp.282-289. Available from: . ISSN 0034-7167. http://dx.doi.org/10.5935/0034-7167.20140038.

WEIDLE, Welder Geison et al. Escolha da via de parto pela mulher: autonomia ou indução?. Cad. saúde colet. [online]. 2014, vol.22, n.1 [cited 2016-10-27], pp.46-53. Available from: . ISSN 1414-462X. http://dx.doi.org/10.1590/1414-462X201400010008.

SANTOS, Isaqueline Sena; OKAZAKI, Egle de Lourdes Fontes Jardim. Assistência de enfermagem ao parto humanizado. Rev Enferm UNISA. 2012; 13(1): 64-8.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i39.1034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: